Ousada, Beats by Dre abusa do marketing de oportunidade na Copa do Mundo


beatsbydre_free_big
Marca presenteou seleção alemã com fone banhado a ouro 24 quilates
Em uma Copa na qual poucas marcas não patrocinadoras se arriscaram a desafiar a Fifa, a Beats by Dre, empresa de fones de ouvido do rapper americano de mesmo nome, foi uma das que mais usou o marketing de oportunidade.
Todos os 24 jogadores da seleção alemã receberam de presente um fone especial, estilizado e banhado a ouro 24 quilates. O autor do mimo? Beats by Dre. Foi divulgado um vídeo no qual a supermodelo Naomi Cambpell apresenta os modelos entregues aos tetracampeões.
Antes, a marca havia se tornado queridinha de jogadores. Tanto que a Sony, esta sim patrocinadora oficial do evento, teve de se mexer e mandar fones para todos os atletas das 32 seleções que disputaram a Copa. Ainda assim, o que se via nas cabeças dos principais nomes, como Luis Suárez, Robben, Neymar e Mario Göetze, autor do gol que deu o título à Alemanha, eram os produtos coloridos e chamativos da Beats by Dre.
A Fifa tomou providências e proibiu a circulação de atletas com fones da marca do rapper na chegada e na saída dos estádios, nas coletivas de imprensa e quando imagens deles eram exibidas ao vivo em situações ligadas ao evento.
Esta é uma característica da empresa que foi comprada pela Apple por US$ 3 bilhões. Na Olimpíada de Londres, em 2012, ela também mandou fones para os principais esportistas.


 
Por Luciana Spacca, da Máquina do Esporte

Tags:, , , , , ,